AUTOMAÇÃO RESIDENCIAL. SUA CASA INTELIGENTE NA PALMA DA MÃO

AUTOMAÇÃO RESIDENCIAL. SUA CASA INTELIGENTE NA PALMA DA MÃO
AUTOMAÇÃO RESIDENCIAL. SUA CASA INTELIGENTE NA PALMA DA MÃO

A automação residencial é uma realidade e essa tecnologia há tempos saiu das grandes indústrias e veio para nossas casas. Ela está presente, por exemplo, nas torradeiras e no desligamento automático das televisões.

No entanto, a tecnologia tem avançado muito e, a partir dessas aplicações simples surgiram outras mais complexas. No futuro teremos a união da automação com inteligência artificial — que ainda está em desenvolvimento.

Aproveite para aprender um pouco mais sobre o tema!

Como a automação residencial funciona?

A automação, de forma geral, foi possível principalmente por causa da internet. Quer dizer, tínhamos mecanismos simplórios antes dela, mas a rede permitiu levar esse assunto a outro nível.

Em suma, estamos falando de IoT: várias máquinas interligadas e com comunicação entre si executando tarefas. Isso envolve, como você deve imaginar, muitos sensores para funcionar.

Um caso bastante interessante é o uso de ar-condicionado que se regula sozinho. O aparelho pode ser programado para ligar cerca de 20 minutos antes de sua chegada, e deixar a temperatura da casa de acordo com sua vontade.

Caso queira algo mais sofisticado, ele pode ligar quando você chegar em casa e ajustar a temperatura de acordo com seu desejo.

A programação, como foi vista no primeiro caso, é um método simples e eficiente de automação. No segundo caso, porém, temos a aplicação da IoT: um sensor informa ao ar que você chegou, e que agora ele precisa funcionar.

Ambos os métodos são empregados nos dias de hoje, mas o com IoT é o mais sofisticado.

O que pode ser implementado na automação residencial?

Em resumo, qualquer coisa pode ser automatizada. Em especial temos as tarefas repetitivas, como regar o jardim; a depender da tecnologia empregada, pode-se criar configurações completas para seu lar, ajustando iluminação, temperatura, etc., ao mesmo tempo.

Vamos ver algumas possibilidades.

Automação Residencial

Portões

A automação aplicada aos portões não é nova: ela já está presente nos portões acionados por controle remoto.

Além disso, algumas tecnologias permitem acionar o portão através do celular e até mesmo pelo GPS.

É provável que tecnologias envolvendo IA estejam à caminho, como reconhecimento do proprietário pelo rosto, voz ou digital.

Iluminação

Casas grandes e cheias de cômodos costumam ter muitos interruptores. Isso causa 2 problemas: o primeiro é estético, pois os interruptores podem estragar o design do imóvel — e todo detalhe é importante; o segundo é encontrar o interruptor certo!

Uma ótima alternativa são os sensores de movimento — ou o controle da iluminação pelo celular.

Irrigação de plantas

Algumas plantas, se aguadas de forma inadequada, perecem rapidamente. Portanto, ter um sistema automatizado de irrigação pode ser muito interessante. Com esse sistema, basta configurar o horário da irrigação e sua duração. Ele nunca vai falhar!

Sistema de som

Alguns imóveis possuem um sistema completo de som igual aos dos cinemas. Dessa forma, são vários focos de som para controlar ao mesmo tempo, o que pode ser difícil de ser feito de maneira manual. A automatização, portanto, ajuda nessa tarefa.

Ar-condicionado e aquecedores

Por fim, o ar-condicionado/aquecedores, quando automatizados por IoT, podem fazer coisas maravilhosas em seu lar. Uma delas é manter a temperatura ambiente com pouco — ou nenhuma — variação.

Vale lembrar que todos esses sistemas podem trabalhar juntos. Ou seja, uma vez pré-configurado, o mesmo padrão será reproduzido em apenas um clique.

A felicidade mora nos detalhes!